Existe um problema muito grande em tentar emular alguma coisa (em qualquer lugar), a emulação nunca será como a original (que neste caso especificamente já é a emulação de outras coisas) e com o famoso bpop não poderia ser diferente.

Mas o que é Bpop?

Basicamente o bpop é a tentativa de criar o kpop no Brasil (o que pra mim não faz sentido algum). E o grande problema disso pra mim é algo óbvio, se eu quiser ouvir/ver kpop eu vejo kpop que em teoria se sairia melhor que um grupo de caras tentando emular isso aqui concorda?

Aliás só como curiosidade o kpop é uma emulação de jpop + pop americano,

Ok e o WIBE?

WIBE é o novo grupo do K-youtuber (um dia sai um vídeo meu falando sobre o que eu acho desse termo) Iago Aleixo, que fazia parte do grupo Champs (esse sim era bem ruim).

Mas falando especificamente sobre o grupo WIBE, concordo com a opinião do meu xará do blog Why Dougie, WIBE até o momento é a melhor menos pior tentativa de popularizar o bpop feat kpop aqui no Brasil.

O MV ta bacana, escolheram bem o local (mesmo que não tenha relação alguma com o que é dito na letra), mas em termos de fotografia o MV é bem dirigido.

O instrumental é bacana mas é estragado por uma letra genérica que funcionaria melhor em um funk melody. Na verdade as letras de kpop em geral são qualquer coisa, o problema é que entender o que eles cantam joga contra eles. E amigos …. não é boa não.

No kpop ainda temos um visual e danças maravilhosas (nem sempre) que disfarçam bem uma letra qualquer coisa. O que não temos aqui, a galera ta dançando meio que com “preguiça”, falta energia e “mojo”, e o vocal também deixa a desejar.

Mas como disse antes, é a melhor tentativa de bpop (no sentido kpop do termo) que vimos por ai, ainda não é aquelas coisas? Não é, mas também não é de todo ruim, é apenas esquecível. Com um pouco mais de tempo (se tiverem) e mais experiência tem tudo pra melhorar.

Qual o futuro do Bpop?

Se falarmos em termos de bpop emulando kpop, acredito que o gênero encontre seu nicho em eventos de anime/kpop, fora isso acho difícil vingar. A menos que alguém com muito dinheiro invista em treinamento, e muito … muito marketing.

Fora isso o real bpop (o que eu considero como sendo pop brasileiro) nunca esteve tão bom, temos Anitta, Karol Conka, etc e você querendo ou não o sertanejo universitário e os funkeiros do Kondzilla.

Só para comparação se liga nessa música de 2016 do grupo Br’Oz.

  • Pingback: Com um som contagiante, TropeirÁfrica é a “vibe” que o bpop precisa - Doug Elias()

  • naega hosh

    Se eles melhorarem a letra eles conseguem, nem todos os artistas fazem sucesso de cara. Mas em uma comparação com a Coréia, eu diria que é bem mais difícil fazer sucesso no Brasil já que o nosso país é grande e tem muitos tipos de música diferente, mas também temos que contar que a Coréia é um país que tem muito mais investimento em setores que fazem as pessoas gostarem tanto de música la´, eles tem um ritmo de trabalho e estudo muito pesado, já aqui…mas se deu certo na Coréia pode dar certo aqui também.

    • Mas aqui as pessoas também gostam de música (é só procurar algo fora da sua bolha que vai ser).

      Pra fazer sucesso no Brasil, as coisas tem que ter cara de Brasil. Coisa que esse tipo de bpop que estão tentando fazer não tem. Mas torço pra que de certo (mas se eu não gostar vou falar de novo rs).