Após o assombroso sucesso do “Japan Adult Festival” que aconteceu no bairro de Akihabara, conhecido por ser o bairro dos otakus em Tokyo (o evento teve até que ser fechado devido ao tanto de gente) outro festival foi organizado mas desta vez em um local secreto e feito apenas para alguns convidados da imprensa.

Pois bem, tivesse acesso a algumas informações e vou compartilhar aqui com vocês seus safadinhos (as).

Sistema corporal (é estranho rs)

Um dos produtos que mais chamou atenção dos jornalistas, é o kit Óculos de VR + headset + Boneca inflável sem membros, que as imagens abaixo dispensam qualquer explicação minha (rs).

Garrafinhas da delícia

O kit vem com duas garrafas e um jogo de computador. E funciona da seguinte forma, depende da forma com que você toca as garrafas o som do jogo muda. Ou seja, a forma com que as mulheres gritam e choram (sim choram).

Direto no seu celular

Mas o que a imprensa japonesa acredita que deva ser um sucesso em vendas (por ser mais simples de usar), é um sistema que transmite porno direto para o celular, ele também funciona com Google VR.

Nele você acompanha em 210 graus a experiência de duas atrizes pornos japonesas, a Marie Konishi e a Hina Maizono (que claro eu nunca tinha ouvida falar, mas meu amigo disse que são bem famosas lá). Elas estavam apresentando os produtos ao vivo.

VR Sex 1

A grande parte na verdade são softwares que funcionam com os óculos de realidade virtual que são vendidos separadamente, os softwares custam cerca de ¥ 3.000.

O que eu penso disso tudo?

Não é de hoje que a natalidade é uma preocupação para os japoneses, pelo simples fato que “ninguém” transa por lá … e se depender da realidade virtual, vão fazer transar menos ainda (rs).